Qualidade desde 1838: A história da escrita fina.

Os primórdios da Companhia Pelikan remontam ao químico Carl Hornemann, que no dia 28 de abril de 1838 fez a os seus clientes uma oferta de pinturas a óleo, aguarelas e aquilo a que se chamava "farbigeDinten", ou seja, tintas de cores. Esta lista de preços -que se conserva a salvo nos arquivos da Pelikan- constituiu a fundação da linha de fabrico da companhia, a partir da qual foi desenvolvida a marca comercial Pelikan, conhecida à escala mundial.

O local de fabrico continuou a crescer e foi ampliando constantemente a sua gama de produtos. Os produtos escolares foram criados a partir das pinturas, como, por exemplo, a caixa de pinturas Pelikan opaca, que se transformou num elemento quotidiano essencial nas classes de arte na Alemanha. O "Dinten" gerou, por um lado, os famosos instrumentos de escrita da Pelikan e, por outro, os seus acessórios para escritório com tintas para impressoras inkjet e cartuchos de toner para impressoras a laser.

Continue a ler o primeiro capítulo: 1838-1929 - De "Dinte" a "4001".

Sobre a história da escrita fina.

Neste capítulo o foco de atenção principal passará a ser a história das tintas para canetas de tinta permanente e os instrumentos de escrita de grande qualidade da Pelikan. Para obter más informação sobre o desenvolvimento do grupo Pelikan e os numerosos produtos disponíveis, clique aqui.